18 de mar de 2011

Já?


Já acordou sentindo um vazio no peito?
Já inventou a presença de alguém?
Já se sentiu sem lugar?
Já acordou no meio da noite assustado querendo chorar?
Já jogou tarot mil vezes buscando conforto?
Já amou alguém que você odeia?
Eu nunca entendi o motivo para as coisas acontecerem,
mas elas acontecem!
Não gosto de certezas absolutas, mas não ter certeza dói demais.
E o que resta sempre é só a esperança de dias melhores.
Afinal de contas, a fé não cresce na casa da certeza.

Um comentário: