24 de abr de 2011

Flor, flora.

Um sorriso cheio de mistério, lindo de viver.
E sua inteligência assustava os mais desinformados que com medo só olhavam.
E por ela ser tão tudo, nunca conseguiu nada!
De fato, tudo era muito pouco pra ela.
Sempre com medo da sua barriga, do seu rosto, do seu jeito. Sempre só.
Mal sabia que era a melhor, uma mulher completa, daquelas raras.
Seu único defeito era não saber.

- Gillian Caetano

2 comentários:

  1. Moooooooorri dura aqui no chao! Que lindo lindo lindo! Obrigada meu amigo, meu amado Gi (L)

    ResponderExcluir