27 de mai de 2011

Existe tanta coisa entre o eu e o sou.

Quantos fins já teve esses começos?
Estranho! Nunca sei quando morre algo meu e nasce um outro eu, já fui tantos.
É que eu sempre me perco nesse mundo de coisas de ser, existe tanta coisa entre o eu e o sou.
Sou tão mutável que nem superficialmente me caberia uma definição.

- Gillian Caetano

3 comentários:

  1. Eita... quanta inspiração. Me senti até melhor depois de ler o texto. Achei perfeito. Somos milhões de personalidades dentro de um só corpo. Ao menos, eu penso por aí... haha.

    ~Até próxima, querido. Depois passa no meu blog.

    *DB*

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir