4 de mai de 2011

Rótulo.

Nunca somos um ninguém, somos sempre alguma coisa.
De lindos a feios, existe sempre um adjetivo preso ao nosso nome, ninguém é imune ao rótulo.
Ninguém escapa da maldade alheia. Uma históra mal contada ou um gesto te define para alguns.
E quando não sabem da verdade é sinal que sabem muito.

- Gillian Caetano

2 comentários:

  1. FATO!!!! Somos um conjunto envolvendo o que as pessoas pensam que somos, o que realmente somos e até quem achamos que somos! Defeitos, qualidades... E nesse tema, não poderia deixar de parafrasear C.L.: "Até cortar os próprios defeitos pode ser perigoso. Nunca se sabe qual é o defeito que sustenta nosso edifício inteiro"

    ResponderExcluir