2 de ago de 2011

Ê ansiedade.

E de tanto fingir, já nem te sinto.
Pode chutar o meu estômago e fazer pingar os meus dedos.
Pode gritar, implorar, hoje eu não vou deixar.
Fica trancada em mim, morre aí.
Ê ansiedade, vou matar tudo o que você causa aqui.

- Gillian Caetano

Um comentário: