11 de fev de 2014

Temporal

Duas da madrugada chorei implorando um socorro simples, qualquer palavra que fizesse parar de chover por dentro.
Agora são quatro no relógio e uma eternidade aqui.
Será que você sabe que é do amor que vem o milagre?
Fiz chá e até exagerei no açúcar e mesmo assim te deixou amargo.
Te pedi calma, mas você trovão.
Não é do sol, é do seu coração o poder de dar fim ao meu temporal.



Um comentário:

  1. kkkkk caraaaaaaca... adorei esse!!!!! que merda eu ter gostado... hahaha

    ResponderExcluir