14 de mai de 2014

Ninguém esquece uma pessoa com outra


Ilustração: Puntobipolar 
Está escrito nos livros e já até virou tema de Mestrado: o amor também machuca. Existe alguma maneira de frear esse sentimento que, nem sempre, é lindo? Infelizmente não. Se você levou um “pé na bunda” ou pegou o seu romance recebendo carinho em outro cobertor, é bem provável que o sofrimento se torne presença VIP na hora do café e também no restante do seu dia. 

Prepare-se! Até o desenho do Pica Pau irá lhe fazer chorar. Quando esse mar de desespero e solidão aparecer, só resta mergulhar. Sofrer faz parte do processo e não deve ser adiado. 

Esqueça os contos de fadas, as propagandas de margarina e os filmes com finais felizes. Ninguém é feliz o tempo todo e entender isso é o primeiro passo para curar o machucado; Mas enquanto ele não cicatrizar, jogue tarot online, escreva cartas para o universo e visite aquela vidente que seus amigos lhe indicaram. Mesmo sabendo que nada vai funcionar, é bom garantir. 

Não deixe de colocar créditos no celular, você irá usá-lo bastante. O bom deste período sombrio é que fica mais fácil saber quem realmente se importa com você, ao ponto de lhe atender na madrugada para escutar o seu vigésimo desabafo. 

Não tente pular etapas: ficar com alguém enquanto estiver sofrendo é um dos maiores erros! Ninguém esquece uma pessoa com outra: isso é dica fuleira de revista meia boca. Mas também não deixe de flertar levemente pelas redes sociais. Responda as cutucadas de quem achar que no futuro poderá investir. Pensar no amanhã faz bem, mas, o importante é viver a dor de hoje. O luto existe e merece respeito.


Um comentário: