8 de set de 2014

Tente! Atire!


Queria escrever sobre algo diferente, um desafeto, um mega acontecimento ou algo relevante, mas nada
aconteceu... Por isso, decidi falar sobre o que tem me mantido até hoje, o grandioso e inesgotável amor.

Já faz um tempinho que parei de assistir e ler os jornais. O motivo é a tristeza que me causa saber que o desastre se tornou o personagem principal do planeta.

Por muitas vezes me senti impotente diante das coisas ruins que acontecem. Pensei em mil maneiras de contribuir para que esse mundo fosse um local melhor. Mas sem dinheiro suficiente, não posso mandar comida para todas as crianças que sentem fome, e nem posso adotar todos os cachorros que sofrem.

Diante disso, percebi que a única coisa que posso doar sem medo de faltar é o amor.

É por causa do amor que estou vivo, respirando. É pelo amor que luto pelos meus sonhos. É o amor o motivo da minha esperança.

Poucos sabem, poucos entendem, poucos percebem e poucos se deixam tocar por ele, mas, esse sentimento já nasce dentro de nós. É a nossa luz e energia.

Trate o próximo com amor, escute suas necessidades, dúvidas e medos!

Encoraje quem precisar se encontrar. Abrace quem não souber amar. Ensine o que souber e torça pela felicidade do outro!

Não estimule sentimentos ruins, elogie mais!

Cuide do seu irmão, vizinho, pai. Respeite as opiniões diversas e ame!

Amar é a arma, o alvo é a vida. Tente! Atire!

3 comentários: