5 de nov de 2014

Homem de verdade

Ser homem não é falar grosso e coçar o saco. Ser homem é assumir quem realmente se é, seja alto, magro, tímido ou louco.

Muito se fala sobre esses grandes caras: o mercado está cheio de impostores vendendo Sardinha jurando que é Salmão. Mas, a verdade é que esses seres são raríssimos. Conhecer e praticar o respeito é a primeira característica dessa espécie, cada vez mais em extinção.
Eles choram, amam, sofrem e sabem perdoar. Não nascem prontos, aprendem com a vida e, por isso, dão valor a cada segundo vivido. Eles erram tentando acertar e pedem desculpas com muita facilidade. São bem resolvidos e acham bonito a diversidade de cor, sexo e religião.



Mas não falo de santos e nem de personagens de ficção. Escrevo sobre humanos que sabem ser gente. Mesmo parecendo coisa de outro mundo, procure alguém assim ou vire esse tipo de pessoa. Porque para ser homem de verdade, não é necessário, ter simplesmente, um pênis dentro da cueca mas sim um coração gentil dentro do peito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário