1 de fev de 2016

"Te encontrei"

Bastou uma curtida naquela minha foto já antiga e pronto: tinha minha atenção. Me enviou uma mensagem logo após eu curtir treze fotos suas de uma só vez. Esse lance de ser discreto nunca foi minha praia. Na mensagem, você elogiava o meu sorriso, pensei em te contar que eles não são tão brancos como na foto, mas deixei pra lá.

Conversamos por três horas seguidas. Você me contou seus sonhos que, incrivelmente, eram os mesmos que os meus. Escolhemos os nomes dos nossos dois filhos e também o do nosso cachorro, o Foca.

Te confidenciei meus medos e você os seus.

Era óbvio que esse nosso encontro já estava escrito pelo Roteirista do Céu.

Marcamos na quarta, em um shopping aqui perto de casa. Duas horas antes eu já estava escolhendo a roupa e pensando no que fazer para não parecer tão nervoso.

Cheguei e você já estava lá. Minha mão suada apertou a sua e eu dei um sorriso amarelo, afinal, branquinho mesmo só nas fotos.

O papo foi mais agradável do que pela internet, o filme foi bom, o beijo incrível. Discutimos um pouco sobre onde seria o nosso casamento, mas, no fim, ficou tudo certo.

Você foi me deixar em casa e antes que eu saísse do carro me beijou e disse: "Te encontrei."

E eu bobo, sorri. 

No outro dia acordei com sua mensagem de "bom dia!". Suspirei.

No resto do dia você sumiu, disse que estava trabalhando muito, dia cheio, entendi. Mas o sumiço se estendeu por quatro dias. Pensei que talvez estivesse passando por algum problema, mas logo percebi que não, afinal você apareceu no meu feed comentando na foto de um conhecido.

Respirei fundo e entrei no perfil do garoto, lá você escrevia as mesmas coisas que tinha escrito nas minhas fotos. Criatividade não te pertencia, isso você não me contou. Assim como também não me avisou que o nosso casamento futuro havia sido cancelado. Automaticamente pensei em ligar para a polícia, afinal, você estava cometendo um crime grave, matando os nossos filhos que ainda nem planejavam entrar para esse mundo.

Não nego, quase chorei, assim como quase namoramos.

Você foi isso, um quase!

Mas não vou fazer disso um drama. Vou focar no futuro, e fique sabendo que recebi novas curtidas, mas é claro que dessa vez vou com calma.

Já decidi, nada de planejar dois filhos, no máximo um cachorro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário